Nenhum produto no carrinho.

Produto removido com sucesso

Começar pelo fim também pode ter piada.

Em março de 2017, o cronista Miguel Esteves Cardoso (MEC) gastou as teclas, no “Público”, para pensar as abelhas e o mel, o mel e as abelhas. E acabou assim:

“As abelhas, para além de polinizadoras, dão-nos o mel. Porque é que somos incapazes de aceitar este milagre? Como é que nos tornámos nos maiores inimigos das abelhas? É uma crueldade absurda. Basta pôr uma colher de mel do forno para a estupidez humana se tornar perfeitamente incompreensível.”

Saltemos para o início do texto. “Muitos bichos são importantes. Mas as abelhas (e as minhocas) são essenciais. A nossa sobrevivência depende delas. Pensar-se-ia que nós, os seres humanos, tudo faríamos para demonstrar a nossa gratidão às abelhas. Mas não. Cada vez andamos mais esquecidos delas. Como sempre, desatamos a assobiar à beira do abismo.”

O texto de MEC fala sobre o senhor Tomás, que é generoso nesta coisa da apicultura. Até sobre esta arte Miguel Esteves Cardoso afia a caneta. “Os apicultores são heróis mas, em vez de respeitá-los e defendê-los, preferimos cultivar mitos à volta deles, achando-os detentores de saberes ocultos.” MEC foi então, mais à frente no texto, um mensageiro do senhor Tomás na definição dos inimigos das abelhas. “São todos”, disse-lhe o senhor Tomás. “Nós, com os nossos pesticidas, os nossos maus hábitos, a nossa ignorância e a nossa desconsideração, estamos à cabeça. Mas até as andorinhas são assassinas de abelhas.”

Mas a carta de amor às abelhas e ao mel continua, naquelas páginas pesadas do “Público”, a reboque da pena de um cronista singular, claramente fascinado pela labuta refinada daqueles insectos com um pijama listado. “O mel é apenas uma das muitas coisas que devemos às abelhas. Em vez de celebrar as variedades de mel que podemos provar, nem sequer nos damos ao trabalho de procurar o mel que é colhido por quem sabe e por quem respeita as abelhas. Desculpem o sermão. Mas no que toca às abelhas é de sermões, sobretudo, que precisamos. Há um mínimo de atenção para tudo. Até para o mel.”

Na Quinta das Tílias gostamos destes sermões e reescrevemos no coração esta carta de amor às abelhas. Obrigado por isto, MEC, continuaremos a aceitar milagres.

Conheça estes produtos:

Frasco de Mel de Eucalipto
5,00

Mel Eucalipto 500g

Quero!
Frasco de 1Kg de Mel Rosmaninho
9,00

Mel Rosmaninho 1kg

Quero!
Um Frasco de Mel Rosmaninho de 500g
5,00

Mel Rosmaninho 500g

5,00
5kg de Mel Rosmaninho
42,00

Mel Rosmaninho 5kg

Quero!
Frasco de 1Kg de Mel Eucalipto
9,00

Mel Eucalipto 1kg

Quero!
Frasco de Mel Rosmaninho BIO
7,00

Mel Rosmaninho BIO 500g

Quero!
Um frasco de Mel Rosmaninho BIO
4,00

Mel Rosmaninho BIO 100ml

Quero!
Um frasco de Mel Medronheiro de 100ml
3,50

Mel Medronheiro 100ml

Quero!
Um frasco de Mel Medronheiro
4,50

Mel Medronheiro 250g

Quero!
Um frasco de Mel Tília
4,50

Mel Tília 250g

Quero!
Um frasco de Mel Tomilho
4,00

Mel Tomilho 100ml

Quero!
Um frasco de Mel Tomilho
6,50

Mel Tomilho 250g

Quero!
Frasco de Mel Rosmaninho com Própolis
6,00

Mel Rosmaninho com 5% Própolis 250g

6,00
Mel Rosmaninho Cristalizado
5,50

Mel Rosmaninho Cristalizado 500g

5,50

Veja também

Subscreva a newsletter e faça parte do nosso mundo!

As novidades estão sempre a chegar à Quinta das Tílias: novas delícias de mel, hidromel e chocolates, bem como os seus produtos preferidos de beleza e saúde que só as abelhas conseguem fornecer.

E-mail adicionado com sucesso, obrigado