Nenhum produto no carrinho.

Produto removido com sucesso

Lá nos tempos idos, na Idade Média, regavam-se as gargantas com hidromel.

Diz-se que é a bebida alcoólica mais antiga que a humanidade conheceu, que mereceu a admiração de gregos e romanos e sabe-se lá quem mais, porém é impossível definir onde e quando tudo começou. O mel, esse tesouro dourado, é o principal ingrediente. Se o vinho lhe roubou algum protagonismo, as referências mais recentes nos livros de “Harry Potter”, “Senhor dos Anéis” e “Robin dos Bosques” e nas séries “Guerra dos Tronos” e “Vikings” devolveram-lhe a importância que sempre teve, inspirando jornalistas a escrever artigos sobre a bebida e também festivais pelo mundo fora. Mas não só: na Quinta das Tílias gostamos de boas histórias e de sabores especiais, por isso temos o Hidromel Afrodite.

No Olimpo, onde se decidiam fados e fortunas, também bebiam hidromel, daí se dizer que é o néctar dos deuses. Um produtor de hidromel do outro lado do oceano, no Brasil, resume assim a história: “Ao longo dos séculos, o hidromel estava a ganhar popularidade nas civilizações e era frequentemente relacionado com os deuses, concedendo a reputação de uma bebida milagrosa e sagrada. Os gregos, por exemplo, chamaram-lhe a bebida de Ambrosia ou Néctar e acreditavam que o hidromel poderia prolongar a vida, aumentar a saúde, a força, a virilidade e a inteligência. Para eles, a bebida desceu do céu como orvalho antes de ser recolhida pelas abelhas. Para os vikings, era a bebida preferida dos deuses (e deles também). Os celtas já acreditavam num rio de hidromel que atravessava o paraíso, enquanto os anglo-saxões consideravam o hidromel como a bebida que daria imortalidade, poesia e conhecimento”.

O hidromel nasce da fermentação das leveduras de uma solução diluída de mel, à qual se junta água e, por vezes e dependendo da criatividade ou arrojo do produtor, frutas, ervas, pimentas, flores e até café. O sabor varia de mel para mel. Se o vinho surge da fermentação da uva, o hidromel, também conhecido como vinho de mel, é obtido pela transformação dos açúcares do mel em álcool. E há uma vantagem no hidromel: não depende de estações do ano para dar corpo e cor a frutas ou cereais, o mel é uma constante durante o ano. Uma garrafa de hidromel (350ml) leva mais ou menos 150 gramas de mel.

A viagem da confecção até ao palato pode durar meses ou prolongar-se por muitos anos, para os mais pacientes, porque dizem que o tempo é amigo do hidromel. Mas também há versões que defendem que após o culminar da fermentação, afastadas as impurezas do líquido, é possível desfrutar desta bebida milenar, muito bem aceite na cultura nórdica.

O hidromel é uma bebida fina e elegante, mais leve do que cerveja e vinho, e que pode ser bebida numa taça chique ou, se tiver à mão, num chifre, assim mesmo à viking. Beber hidromel é viajar no tempo e levitar noutro século.

Conheça este produto:

Promoção! Pack Hidromel
40,00

Hidromel (Pague 5 leve 6)

Três Garrafas de Hidromel Aphrodite
8,00

Hidromel Aphrodite 75cl

Duas Canecas Hidromel Aphrodite
2,50

Caneca Hidromel Aphrodite

2,50

Veja também

Subscreva a newsletter e faça parte do nosso mundo!

As novidades estão sempre a chegar à Quinta das Tílias: novas delícias de mel, hidromel e chocolates, bem como os seus produtos preferidos de beleza e saúde que só as abelhas conseguem fornecer.

E-mail adicionado com sucesso, obrigado